Portal da Sincopeças

Notícias

TRW é a primeira a produzir direção elétrica no Brasil

Sistema fabricado em Limeira tem 50% de nacionalização e já equipa Ford EcoSport e Fiesta

07/10/2013

TRW

Dois tipos de assistência elétrica à direção: no eixo de ligação com as rodas (esquerda) ou na coluna do volante.

TRW Automotive é a primeira a produzir no Brasil osistema elétrico de assistência à direção (EPS, de Electrically Powered Steering). O dispositivo é fabricado na unidade da empresa no interior paulista, em Limeira. O índice de nacionalização inicial do componente é elevado: 50%, de acordo com a sistemista. Os primeiros clientes são os Ford EcoSport e o Fiesta feitos no País, mas segundo a TRW existem mais montadoras interessadas em adotar a solução, que reduz o consumo de combustível por não depender das força do motor, como acontece com a direção hidráulica convencional. 
Conforme a TRW, a direção elétrica pode oferecer economia de combustível de 0,3 a 0,4 litro a cada 100 quilômetros, com redução correspondente na emissão de dióxido de carbono (CO2) entre 7 e 8 gramas por quilômetro, com base em testes em motor a gasolina de 1,6 litro. Por isso cresce o interesse das montadoras em adotar o equipamento, que ajuda a atender as metas de aumento de eficiência energética do Inovar-Auto.
Com a fabricação local, a TRW oferece redução de custo para os clientes sul-americanos, uma vez que todos os outros grandes fabricantes do setor ainda importam sistemas elétricos de direção. “Com o lançamento da direção eletricamente assistida para os modelos EcoSport e Fiesta, a TRW proporciona importantes benefícios econômicos e ambientais para os fabricantes de automóveis da América do Sul”, disse em comunicado Peter Lake, vice-presidente executivo de vendas e desenvolvimento de negócios da empresa. 
A TRW não deve ficar por muito tempo sozinha no mercado. A fabricante de sistemas de direção Jtekt, que pertence ao Grupo Toyota e tem fábrica em São José dos Pinhais (PR), anunciou que deve começar em janeiro de 2014 a fabricação no Brasil da EPS para o Toyota Etios, que hoje usa o componente importado (leia aqui).
No caso da TRW, são oferecidas duas opções de EPS: a primeira é um mecanismo de eixo sem fim e coroa dentada montada na coluna de direção, a segunda é um sistema acionado por correia de transmissão e um mecanismo de porca e bola, com assistência aplicada diretamente à caixa de direção.

Veja também